Praia Pouso da Cajaíba vista de longe

Pouso da Cajaíba – Tudo sobre o paraíso carioca

Aproveitar cada segundo nesse paraíso é o lema quando você pisa nas areias de Pouso da Cajaíba, onde o mar esverdeado e cristalino te convida a ficar por mais tempo do que o planejado.

Se assim como eu, você for vegetariano, não preocupe pois tem restaurante com essa opção. Recomendo o Restaurante da Sara, além da comida ser muito boa, ela adapta para os vegetarianos, pois os filhos dela também são. Aliás ela preparou para mim uma panqueca recheada com soja e molho de tomate. Ótimo para quem não quer viver comendo apenas ovo.

O que fazer em Pouso da Cajaíba

Não falta coisas para se fazer (e para fazer absolutamente nada, apenas aproveitando a natureza, também). Curtir o dia em praias, cachoeiras e pelas trilhas envoltas da Mata Atlântica é tudo que você precisa para se energizar e se reconectar. Veja a seguir todas as praias que você pode conhecer pela região!

No fim da sua viagem, você ainda pode passear por Paraty por um dia, conhecer o centro histórico e ainda fazer um passeio pelas praias maravilhosas de Paraty!

Praia Pouso da Cajaíba

A floresta nativa está ao fundo com o mar e a faixa de areia da Praia de Pouso da Cajaíba. Há um barco parado na areia

A porta de entrada e onde fica a maior parte das pousadas, Airbnb e campings da região é o lugar perfeito para ficar logo no primeiro dia.

Mesmo tendo várias outras praias em volta, a praia que dá nome ao lugar é uma das mais bonitas, de água calma e completamente verde!

A maioria das pessoas que encontrará por lá são os próprios moradores, muito provavelmente a faixa de areia e o mar estará reservado somente para você, amigos e familiares. Pelo menos foi o que aconteceu comigo quando fui em pleno feriado prolongado!

Praia Martin de Sá

Eu na Praia Martin de Sá sorrindo na faixa de areia onde um pouco de água do mar está perto

Essa praia tem uma longa faixa de areia e um único camping muito bem estruturado onde a eletricidade funciona apenas até as 22h. É possível surfar pois as ondas por lá são um pouco maiores, além disso tem uma cachoeira próxima e a praia da Sumaca também é quase do lado.

O acesso para chegar lá pode ser tanto por trilha quanto por barco. A trilha é de nível fácil e tem aproximadamente 5 quilômetros, lembrando que o nível vai depender muito do seu condicionamento físico. Essa distância é para caso você esteja saindo da Praia de Pouso da Cajaíba. Vai ficar muito mais longa caso esteja hospedado na Praia Grande de Cajaíba, Calhaus, Itaóca e Itanema, nesse caso, opte por barco.

Praia da Sumaca

Essa foi a única praia que não fui mas o que me disseram com certeza me dá motivos para voltar a Pouso e visitar a Sumaca: praia pequena e selvagem praticamente intocada, onde tem apenas um restaurante.

Praia de Itanema, Praia Calhaus e Praia Itaóca

Eu na Praia Calhaus sentada em um barco verde que está parado na areia da praia

A praia de Itanema – conhecida também por Ipanema ou Panema – fica pertinho da praia de Pouso da Cajaíba, também por acesso de trilha ou barco. As três podem ser visitadas em sequencia pois ficam uma em seguida da outra.

Se procura tranquilidade vai gostar dessas três praias que parecem irmãs de tão parecidas, sendo que a menor entre as três é a praia de Calhaus. O mar é cristalino e quase não tem onda, assim como também quase não tem visitantes (a maioria vai para a Praia Grande de Cajaíba).

Praia Grande de Cajaíba

A floresta nativa está ao fundo com o mar e a faixa de areia da Praia de Pouso da Cajaíba. Há um barco parado na areia e muita gente na praia

O nome já diz e confirma, ela é grande se comparada as outras. Muito mais movimentada e com campings, restaurantes e pousadas, a Praia Grande é muito procurada por jovens e por quem gosta de curtir o dia tomando uma cervejinha.

uma cachoeira pequena, parece mais uma cascata, as aguas caindo no rio e a mata atrás

Menos de 1 quilômetro tem a Cachoeira da Praia Grande de Cajaíba e também um camping que fica bem próximo dessa cachoeira. Essa cachoeira também é muito procurada! Vale ressaltar aqui que apenas a beirada “dá pé”.

Onde se hospedar

A Praia Pouso da Cajaíba é onde tem mais pousadas e campings, porém em Martim de Sá também tem um camping. A Praia Grande da Cajaíba também é uma opção. Tudo vai depender da sua vibe. Eu fiquei na Praia Pouso da Cajaíba, sendo que reservei pelo Airbnb a estadia na Pousada do Silmar. Lugar simples mas 3 minutos da praia e confortável. Com ele também dá para contratar para levar de barco para os lugares.

Como chegar em Pouso da Cajaíba

No rio em Paraty, tem um barco grande

Cajaíba tem um motivo para ser uma região tão rústica e que parece que o tempo passa mais devagar. O acesso é somente por trilha ou por mar, sendo que a trilha é recomendada apenas para os mais experientes pois pode chegar há mais de 20 horas de caminhada bem pesada.

O acesso por barco é o jeito mais comum e você pode pegar tanto em Paraty Mirim, quanto em Paraty.

Por Paraty Mirim é mais barato e rápido. Lá tem estacionamento porém também dá para ir de van ou ônibus que saem do terminal de Paraty. O valor do barco custa em torno de R$30 por pessoa (valores de 2019 no feriado, última vez que fui).

Porém, como disse, dá para pegar o barco que sai do cais de pesca de Paraty. O trajeto leva cerca de 2 horas. Mas de lancha dura aproximadamente 40 minutos. O valor para barco por pessoa é por volta de R$80 (valor de 2019).

O que levar

  • Protetor solar
  • Repelente
  • Óculos de sol
  • Boné ou viseira
  • Dinheiro pois pode não ter sinal para as maquininhas de cartão e também não tem caixa 24h
  • Remédios
  • Câmera fotográfica ou seu celular
  • Bota de trilha ou um bom tênis caso queira fazer as trilhas
  • Garrafa para água caso for trilhar
  • Barraca e lona caso for acampar

1 comentário em “Pouso da Cajaíba – Tudo sobre o paraíso cariocaAdd yours →

Deixe um comentário!