Rio da trilha da Pontinha

Descubra porque a Trilha da Pontinha é incrível! (Paranapiacaba)

Quem diria que Paranapiacaba iria render tanta coisa para falar! Isso porque terá mais pela frente, inclusive sobre outras trilhas (além da Trilha da Pontinha), e eventos que ocorrem lá.

Já falamos anteriormente sobre Paranapiacaba, focando somente na cidade e história.
Algumas trilhas de Paranapiacaba ficam no Parque Municipal Nascentes e você tem que pagar para percorre-las. Por quê? É uma área reservada e protegida, pois é integrante à área tombada como Reserva da Biosfera do Cinturão Verde de São Paulo! Você teoricamente está pagando o guia de ecoturismo credenciado e a taxa para entrar no parque, acho isso justo.

Cada tipo de trilha tem seu preço, depende do nível de dificuldade da trilha ou o propósito. Tem trilhas que duram cerca de 9 horas ou mais! Geralmente são para estudiosos da área e relacionados.

Hoje falaremos sobre a Trilha da Pontinha!

Imagem da largura da Trilha da Pontinha.
Bem fácil andar na Trilha da Pontinha!

 

A escolha da Trilha

Eu e minha prima decidimos de última hora que pegaríamos uma trilha também, com a intensão de tornar a experiência de Paranapiacaba mais completa. Mas como já estava meio tarde, resolvemos que iríamos numa trilha mais rápida. O desejo era a trilha do Mirante que tem vista para Santos mas, precisaria estar com roupas mais adequadas e o percurso era maior. Logo escolhemos a Trilha da Pontinha: rápida, percurso fácil e com belas paisagens (o poster dentro do estabelecimento dos guias estava convidativa).

Falando sobre o estabelecimento dos guias, lá tinha uma sala com algumas espécies de cobras (mortas e preservadas), encontradas na mata de lá. Só por isso já dá aquele medinho porque tinha até a cobra coral lá no meio. Mesmo assim. lá vamos nós para a mata!

Exposição das cobras mortas e preservadas
Não sei qual cobra é a coral mas se reconhecer, me avisa aí nos comentários! hehehe

 

Não foi exclusivo pois três rapazes também iam para a mesma. Lembrando que pode ter até mais pessoas, hein! Por mim acho que demos sorte de ser só em cinco mais o guia.

 

Descobrindo a Trilha da Pontinha

Para chegar verdadeiramente na trilha, temos que andar um pouco, cerca de 5 minutos e então o vigia libera assim que o guia mostra a credencial. Imaginei a trilha diferente, essa era bem aberta e dava para passar carro tranquilamente. Em alguns momentos elas se estreita e fica mais desafiante mas nada de mais. O dia estava extremamente quente mas não deu para sentir nada disso lá no meio. As árvores realmente deixaram o lugar mais úmido.

Ponte no meio da trilha
Essa é uma das pontes, coisa linda!

Em certos trechos passamos por pequenas pontes por cima do rio. Esses momentos merecem até uma parada para admiração, muito lindo e relaxante. Queria sentar lá na ponte e ficar um tempo a mais mas, temos que seguir para o ponto final. Esse final chega até rápido, e nos deparamos com uma piscina natural. Aqui estamos livres para tomar banho no rio.

Imagem da piscina natural da trilha
Lindo, raso e geladoooo!

Alguns fatos sobre o rio da trilha da Pontinha

O rio é um antigo abastecimento de água das cinco máquinas do segundo sistema funicular. Hoje em dia, abastece alguns pontos da Parte Alta da Vila.

Além da piscina o lugar é praticamente uma clareira que tem três banco compridos de madeira. Deitei em um deles e dormi hahaha foi perfeito, melhor soneca ever. Antes disso, já tinha tirado os sapatos, levantado a barra da calça e entrei no rio. QUE FRIO! Os pés até ficaram vermelhos. Deve ser ótimo entrar lá no verão, por isso voltarei daqui uns meses nessa trilha. Quem sabe poder fazer o percurso completo. Já que tinha uma área fechada porque uma planta rara estava nascendo bem no meio da trilha! Tão bom ouvir algo assim! Nem me importei em não passar por aquela área.

Uma foto minha em frente ao rio
Euzinha com pé vermelho por causa da água

 

Tchau, Trilha da Pontinha! Olá, Lanche!

Depois de passar cerca de uma hora ou duas lá, chegou um grupo de adolescente com um professor e um guia. Ficamos mais um pouco e fomos embora, era hora deles aproveitarem. De qualquer forma, o silêncio maravilhoso tinha ido embora hahaha. Um grupo de mais de 10 adolescentes não tinha como ser quieto, né?!

Acho que é raridade excursão de escolas nos fins de semana. Pelo que uma moradora falou, geralmente aparecem durante a semana no período da manhã. A partir das 14h a cidade está vazia novamente. Lembrando que é uma cidade que vive basicamente de turismo.

Voltamos para a cidade e descemos pelo lado oposto ao qual viemos e nos deparamos com o belo aviso em uma das casas (está logo abaixo). Logo depois paramos para um café da tarde num lugar lindo: Kiko de Oliveira Arte e Café. Gastei só R$11,00 em copo de chocolate quente e num pedaço de bolo de banana. Minha prima pagou o mesmo valor porém pegou bolo de paçoca. Lá realmente é um ambiente artístico, visite!

Aviso escrito "Cuidado, cão anti social e coelho psicopata"
Eu tenho uma coelha mas felizmente não é psicopata! O cachorro era anti social mesmo, ficava num canto e não dava bola para ninguém hahahaha

 

Bolo de paçoca e xícara com chocolate quente
Parece uma delicia, né? E é mesmo!

 

Informações

Funcionamento: De terça a domingo das 8h às 17h

Trilha da pontinha:

Nível de dificuldade: Fácil
Percurso: 1 hora em média (mais o tempo de aproveitar o rio)
Distância: 1090 metros
Preço: R$ 25,00

Demais trilhas pelo estabelecimento de Guias:

Trilha de dificuldade Fácil: R$ 25,00 por pessoa
Trilha de dificuldade Média: R$ 30,00 por pessoa

Outras trilhas devem ser consultadas no local.

Desenvolvedora de aplicativos, leitora de romances históricos e fantasias, apaixonada por animais, voluntária de abrigos para cães e gatos e viaja para escrever mais e incentivar outros a fazerem o mesmo.

Deixe uma resposta

4 comentários para “Descubra porque a Trilha da Pontinha é incrível! (Paranapiacaba)”