Obelisco do Ibirapuera visto pelo lado de fora

O que o Obelisco do Ibirapuera conta sobre a história de São Paulo?

Aqui no blog mais uma matéria da série “O que fazer no Ibirapuera”. Hoje falando sobre o Obelisco.

Um pouquinho da história

O Obelisco Mausoléu aos Heróis de 32, mais conhecido como o Obelisco do Ibirapuera ou Obelisco de São Paulo, é um monumento funerário em homenagem aos heróis da revolução de 1932.

Sua construção começou em 1947 e foi inaugurado em 9 de julho de 1955, 1 ano depois da inauguração do parque. Mas só foi concluída de verdade em 1970. Depois ficou 12 anos fechado para reforma, sendo reaberto em 2014. Também é o maior monumento de São Paulo, com 72 metros de altura e 1932 metros quadrados de área de extensão.

Obelisco faz parte da Rota Subterrânea de SP!

No dia que visitamos o Obelisco, tínhamos planejado uma rota pelos subterrâneos de São Paulo, que incluía um aquário no parque da Luz e a visita a Túnel da Rota. Porém, deu errado (fechado e/ou em manutenção), e as 9h da manhã estávamos na rua São Caetano vendo vestidos de noiva! Mas estando com as amigas, tudo vira história!

Depois desses dois, os outros passeios acabaram dando certo: a visita a Cripta da Sé e da Passagem Literária, que já falamos aqui no blog. No final da tarde, finalmente chegamos no Obelisco, o melhor passeio do dia.

Portões de entrada do Obelisco.

A visita guiada ao Obelisco

Quando chegamos lá entramos livremente, e após alguns minutos fomos abordadas por um PM que foi nosso guia. Nos explicou sobre a Revolução de 32, e também sobre o formato do prédio que sempre possui a soma igual a 9 ou 32 (referencia ao dia da revolução em 09/07/1932); o mármore que recobre o chão; as paredes que vieram de Roma; os mosaicos com vidros que vieram de Jerusalém; as urnas funerárias e os dois corpos presentes. Tem alguns documentários sobre o período passando nos televisores para quem quiser saber mais.

Salões dentro do Obelisco, vendo-se as "gavetas" onde estão os ex-combatentes.

Ficamos sabendo também que ainda tem restos mortais para chegar até lá. Existe um burocracia para levar os heróis de 32 para o Obelisco, então ainda há “gavetas” vazias e sem nomes. Até onde sabemos são mais de 700 corpos! Incluindo estudantes e  ex-combatentes.

Gavetas com restos mortais de ex-combatentes

Outra coisa importante é sobre o escritor Guilherme de Almeida que participou da revolução e foi exilado em Portugal. É conhecido também como “O poeta da Revolução de 32”. Nas paredes do Obelisco têm alguns de seus poemas.

“Aos épicos de julho de 32, que,
fiéis cumpridores da sagrada promessa
feita a seus maiores – os que
moveram as terras e as gentes por
sua força e fé – na lei puseram sua
força e em São Paulo sua Fé.

 

A lenda que o Obelisco carrega

Agora minha parte favorita foi de longe onde os corpos de M.M.D.C. estão, que é no centro da cruz e onde há um soldado enorme de pedra. Segundo o que o PM nos falou, a lenda diz que esse soldado não está dormindo nem morto. Ele é um guardião e no momento que a constituição estiver ameaçada novamente (tipo, já pode acordar então), ele irá se erguer e disparar o canhão (que é o Obelisco por dentro). Assim, convocando todos os paulistas a lutarem pela constituição. Amei.

Estátua de pedra falado na lenda do Obelisco.

Detalhes:

  1. O Obelisco em si, remete a uma espada se o vemos pelo lado de fora mas, por dentro vemos que é um canhão!
  2.  M.M.D.C. é a junção das primeiras letras dos nomes dos estudantes mortos pelas tropas federais no confronto do dia 23 de maio de 1932:  Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo.
O canhão que o monumento do Obelisco representa visto do lado de dentro, na visão do soldado de pedra.
Essa é a visão do obelisco visto de dentro! Por fora espada, por dentro canhão.

 

Visite!

A Revolução de 32 é um dos episódios da nossa história mais marcantes para mim, e sempre me deu um orgulho danado. O Obelisco me deixou muito encantada.
Mas mesmo para quem não se liga muito nisso, é um lugar lindo e de quebra a pessoa aprende um pouquinho sobre esse período.

É bem curtinho, então aproveite para casá-lo com outro passeio dentro do Ibira. Por exemplo o Planetário!

Informações

Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque do Ibirapuera

Funcionamento: Diariamente das 10h as 16h

Telefone: (11) 3105-8541

Site: http://parqueibirapuera.org/areas-externas-do-parque-ibirapuera/obelisco-do-ibirapuera/

Ama ler, ouvir música, series, passear e viajar! Trabalha como analista de recursos humanos, mas sempre pensando em outras possibilidades e no próximo passeio!

Deixe uma resposta