Rua com várias casas coloniais de ambos os lados da rua. Tem também bandeirinhas pela rua.

O que fazer em Paraty em 1 dia

De São Paulo dá para fazer bate-volta para Paraty, na verdade, está ficando até comum. Porém, fiz uma coisa um pouco diferente: tirei o fim de semana para ir a Ubatuba e para Paraty.

Minha prima e eu, saímos na sexta a noite para ir a Ubatuba. Em cinco horas estávamos lá (de madrugada mesmo). Na manhã de sábado partimos para a Trilha das 7 Praias de Ubatuba.

Já no domingo, fizemos bate-volta para Paraty para conhecer o máximo que pudéssemos. A seguir todas as dicas para vocês sobre essa cidade carioca.

 

Bate-volta

São Paulo X Paraty

No terminal Tietê sai ônibus diariamente para Paraty, custando entre R$ 60 e R$ 80 temers (alta temporada geralmente é mais caro mesmo).  O tempo da viagem é por volta de 06h sem trânsito, claro.

Pode comprar online no site da ClickBus.

 

Ubatuba X Paraty

De Ubatuba sai alguns ônibus executivo da Oceano direto para Paraty custando menos de R$ 15. O problema são as opções de horário, sendo que o ônibus pode atrasar. Abaixo preços e horários da Oceano para ida e volta.

Duas tabelas de horários. A primeira de Ubatuba a Paraty, com os horários das 09h50, 12h, 17h e 20h40. A segunda tabela é de Paraty a Ubatuba, sendo os horários: 07h, 13h30, 17h e 18h30. Há dois preços disponíveis que são R$ 13 e R$ 14,75

 

Quer mais barato e com mais flexibilidade de horário?

Então vá com a segunda opção que é pegar o ônibus público. O primeiro é o Ubatuba x Divisa Ubatuba que custa R$ 3,85. Depois desse pega o segundo que é o Divisa Ubatuba x Paraty, custando menos de R$ 5. O melhor são os horários, já que o primeiro bus sai a partir das 6h da manhã (mais ou menos).

 

O que fazer em Paraty

Quando fui (sem saber de nada), conheci o centro histórico, almocei por lá e passei a tarde na Praia do Jabaquara. Saí de lá precisando voltar para conhecer o que fiquei na vontade.

1 – Centro histórico

Rua com várias casas coloniais de ambos os lados da rua. Há uma poça de água no calçamento e algumas pessoas andando. Tem também bandeirinhas pela rua.

 

Várias ruazinhas que se cruzam onde somente pedestres podem circular. Tudo é mantido como no passado, bem conservado, incluindo a rua com seus estilo “pé de moleque”. As construções têm também muita influência da maçonaria.

Antes casas, agora são lojinhas de souvenirs, restaurantes e bares. Vale saber que as casas foram construídas um nível a cima da rua, assim quando chove a água não entra.

 

2 – Praia do Pontal

Ponte de pedra sobre um "rio". Tem um barco próximo da ponte.
Ponte de acesso entre o Centro Histórico e a Praia do Pontal

 

É uma praia boa para ver o pôr-do-sol e comer e beber (há quiosques por lá), ou relaxar um pouco depois de andar pelo centro histórico. Quanto a banho, não é apropriada mas tem uma vista bonita por toda a baía e para a Ilha Grande.

 

3 – Praia do Jabaquara

Céu nublado e uma vasta mata atrás do mar.

 

Passando o centro histórico e atravessando a ponte, só subir a rua, virar a esquerda e depois descer a estrada a direita. Ha placas para ajudar pelo caminho.

É uma caminhada de 10 minutos, mais ou menos, para uma praia tranquila e bem estruturada. Tem um quiosque com cadeiras e poltronas de praia bem diferentes e mais largas. Ainda é possível praticar stand up e caique pagando R$ 30.

 

4 – Passeio de escuna

Se quiser conhecer praias mais bonitas do que a Pontal e a Jabaquara, opte por um passeio de 4h~5h de escuna.

Saindo do Cais de Paraty o passeio mais comum inclui a Ilha Comprida, Praia Vermelha, Lagoa Azul e Praia da Lula. Outros ainda tem a praia Saco da Velha.

Para esses passeios o ideal é reservar com antecedência e chegar cedo em Paraty, pois os passeios começam as 10h.

Aqui algumas sugestões de companhias de passeios de escuna:

 

5 – Extra: Trindade

Caso queria conhecer só o centro histórico e depois partir para as belas praias de Trindade, pegue o ônibus para a vila. Esse ônibus sai do terminal de Paraty e custa menos de R$ 4. O tempo de viagem é cerca de 45 minutos.

A vila de Trindade, município de Paraty é uma vila de pescadores mas com boa infraestrutura para turistas. Tem hotéis, pousadas, campings, restaurantes e bares. Além de lindas praias e cachoeiras.

 

Gostou das dicas? Conte para nós o que achou 😀

Até mais!

Desenvolvedora de aplicativos, leitora de romances históricos e fantasias, apaixonada por animais, voluntária de abrigos para cães e gatos e viaja para escrever mais e incentivar outros a fazerem o mesmo.

Deixe uma resposta

1 comentário para “O que fazer em Paraty em 1 dia”

  1. Adorei as fotos!! também estive em Paraty em 2017 e realizei um sonho antigo. Para nossa supresa, com crianças também deu super certo!! Otimo 2018 com muitas viagens para vc!!!