Stand da obra Dear Angelica. Na parede há a ilustração e o texto explicativo da obra.

Saiba tudo sobre o FILE Festival 2017 – O Borbulhar do Universo

O Festival Internacional da Linguagem Eletrônica ou FILE Festival, sempre traz para o público uma série de artes interativas com um propósito, um tema. O deste ano é o Borbulhar do Universo e estará em exposição até 03 de setembro no prédio da FIESP, Avenida Paulista.

O que é o Borbulhar do Universo?

Nesta 18ª edição, o FILE Festival tem por objetivo mostrar a proliferação de informação, das nossas opiniões, imagens e conceitos que criamos nas redes. O que impacta em vários aspectos, tanto na necessidade de armazenar tudo, quanto ao fato de que ninguém está livre de receber todas essas informações, querendo ou não.

Como citado pelo próprio FILE Festival:

Tudo e todos estão inflando-se como numa gigante vermelha prestes a explodir. O universo outrora imenso e sem fim torna-se pequeno diante do multiverso. Vivemos na época do borbulhar de universos.

A exposição

Fui conferir a exposição deste ano e fiquei surpresa com algumas coisas. Vou citar aqui as que achei interessantes e que me diverti mais. Já de antemão, recomendo ir e presenciar por si próprio todas as atrações.

Obra Plaplax, jogo de luz e e sombra no FILE Festival

 

Dear Angelica

Criada pela Oculus Store Studio, “Dear Angelica” é uma história assistida em realidade virtual. A intenção dela é nos lembrar dos entes queridos através de uma pintura toda feita a mão.

Eu achei maravilhoso o pouco que vi, já que podemos assistir apenas por 2 minutos. Também não podemos escolher a parte que assistiremos pois, cada um da fila assiste na sequência, sem saber de fato como começa ou como termina. Esse é o ponto negativo.

Fiquei com vontade de assistir o resto e acho que ficarei sem saber do final, a não ser que liberem no Youtube.

Abaixo o trailler que a Oculus disponibilizou do “Dear Angelica”.

 

 

Black Hole Horizon

A ideia do artista e compositor Thom Kubli é um pouco complexa mas linda de se ver. Vamos por partes.

A buzina de navio representa o buraco negro, que através do som cria objetos tridimensionais, as enormes bolhas de sabão. Dessa forma, está constantemente mudando o universo!

Quando cheguei, uma das três buzinas não estava funcionando mas meia hora depois, o técnico conseguiu arruma-la. O resultado? Me senti criança vendo aquelas bolas de sabão gigantes flutuando pelo salão. Não só eu, mas todos ficaram animados a cada som das buzinas.

Pouco tempo depois, a do meio parou de funcionar novamente!

 

Overview

Outra ideia que vale conferir, dessa vez criada por Lawrence Malstaf.

Alguns privilegiados puderam ver a Terra lá do espaço e, na primeira vez que isso aconteceu, a emoção que sentiram foi chamada de “Efeito Overview”.

Para nós que não teremos a mesma oportunidade, podemos sentir as emoções de euforia e conexão com os demais através da criação de Malstaf. Uma obra que projeta o globo terrestre e se move em alguns ângulos, mudando de cor de tempo em tempo.

Falando em espaço, o Planetário do Parque Ibirapuera é outro lugar em que você pode observar as estrelas. Além, claro, de aprender mais sobre os astros e o universo.

 

Foto das pessoas deitadas embaixo do projetor da Terra, criando a sensação de euforia com suas cores vibrantes no FILE Festival.

 

The Physical Mind

Está se sentindo estressado?

Ainda em Xangai, Vonk descobriu que pressionar o corpo aliviava tanto o corpo quanto a mente. É dessa forma que a obra instalada no FIESP trabalha.

A cada sessão, apenas 10 pessoas podem participar da experiência, felizmente consegui minha senha.

Depois de tirar qualquer objeto cortante como brincos e cintos, a pessoa deita na obra ainda não inflada. Em seguida, a criação de Teun Vonk será ligada e se encherá até “esmagar” o participante.

A sensação inicial é  muito ruim, dá vontade de fugir de lá pois, realmente se sente em perigo. Porém, pouco depois que seu corpo já desistiu de fugir, ele começa a relaxar. Aí está a graça, depois que desinfla, o sentimento é de tranquilidade.

 

A obra de Vonk inflada para causar o relaxamento no corpo e na mente, exposta no FILE Festival.

 

Há muitas outras obras de estrangeiros e de brasileiros como jogos, GIFs, vídeos e até moda! Sempre utilizando a tecnologia.

 

Informações

Endereço: Centro Cultural Fiesp – Avenida Paulista, 1313.

Em cartaz: Entre 18 de julho e 3 de setembro.

Funcionamento: Todos os dias das 10h até as 20h (entrada somente até as 19h40).

Entrada: Gratuita

Site oficial: http://file.org.br/

Desenvolvedora de aplicativos, leitora de romances históricos e fantasias, apaixonada por animais, voluntária de abrigos para cães e gatos e viaja para escrever mais e incentivar outros a fazerem o mesmo.

Deixe uma resposta

3 comentários para “Saiba tudo sobre o FILE Festival 2017 – O Borbulhar do Universo”