Como é visitar o Teatro Municipal de São Paulo?

Conhecido pelas orquestras, ballet e o quarteto de cordas, o Teatro Municipal tem uma história de mais de 100 anos. Sendo que tudo começou para suprir a necessidade de mais cultura em em São Paulo.

Parece que funcionou…

Obs.: No fim deste post tem um vídeo com um pedacinho do concerto. Claro, nesse momento eles nos permitiram filmar para divulgação. O restante da apresentação é proibido o uso de celulares.
 

O Teatro Municipal não é para todos: ERRADO!

Talvez no passado tenha sido assim mas, hoje em dia as coisas mudaram e a cultura é para todos. Principalmente para que procura.

Isso porque o Teatro Municipal distribui alguns ingressos gratuitos pelo Cuponeria. Tem para o quarteto de cordas, para as orquestras sinfônicas e pode ser que tenha para outras apresentações no futuro. Temos que ficar de olho!

Foi dessa forma que minha amiga e eu fomos no dia 19 de agosto em um concerto sinfônico, apresentando algumas músicas de Mozart. Além do ingresso tinha direito a um chopp! O qual não pegamos pois nem lembramos.

Eu na escada principal do teatro.
O segurança lá atrás já deve estar acostumado com as fotos. Demorou muito para conseguirmos a escada vazia.

 
Foi maravilhoso! Uma experiência que todo mundo poderia ter pelo menos uma vez na vida. Inclusive pretendo voltar em breve para uma programação diferente.
 

Como é o Teatro Municipal?

A arquitetura é linda e foi inspirada no Ópera de Paris, além de fazer parte do patrimônio histórico do estado de São Paulo.

Foto do Ópera de Paris, que foi alvo de inspiração para o Teatro Municipal de SP.
Esse é o Ópera de Paris. Lindo, não?!

 
A arquitetura é uma mistura dos estilos Barroco, Renascentistas e Art Nouveau.

Quando se entra pela entrada principal, vê-se uma escadaria que no final se abre para mais duas escadas: uma do lado direito e outra para o esquerdo. Lembra um pouco Titanic hahaha.

As escadas têm tapetes em veludo vermelho, igual as cortinas e todos os acentos.

Já dentro do teatro em si, tem 4 andares (pelo que contei). No 3º andar (onde ficamos), era possível ver bem o palco e nem parecia tão alto. Porém, tem acentos em que a visão para o palco é bem ruim.

O palco do teatro e a platéia com seus 4 andares. Tudo em um estilo clássico e tons de vermelho.
 
Há outras salas e também o Praça das Artes, que abriga as escolas de música e dança. Não visitamos essa parte, ainda faremos isso em um dia de visitação.

Gosta de admirar arquitetura antiga? Veja o que falamos sobre a Cripta da Sé, outro lugar incrível para amantes de arquitetura!

 

7 Curiosidades sobre o Teatro Municipal:

  1. Era para ser inaugurado em 11 de setembro de 1911, mas adiaram para o dia seguinte que coincidiu com o primeiro trânsito que SP teve;
  2. Foi palco da Semana da Arte Moderna;
  3. Sua arquitetura foi inspirada no Ópera de Paris;
  4. Já passou por 3 grandes reformas, sendo a última em 2011;
  5. Pela Folha de SP em 2014 e 2015, recebeu apenas 3 estrelas! Porque nem todos os lugares dá uma visão boa para o palco e por ter poucos banheiros para a capacidade de público;
  6. A Praça das Artes foi anexada ao Teatro Municipal em 2012, e é onde abriga a escola de arte e dança;
  7. O Teatro tem capacidade para 1523 pessoas;

Como prometido, aqui está i vídeo:

 

Informações

Endereço: Praça Ramos de Azevedo, s/n – República, São Paulo – SP

Telefone: (11) 3053-2100

Site oficial: http://theatromunicipal.org.br/

Funcionamento: De segunda a sexta, das 10h às 19h. Sábados, domingo e feriados, das 10h às 17h ou até a hora de qualquer espetáculo.

Valores: Tem ingressos gratuitos e pagos entre R$ 10 ou mais.

Desenvolvedora de aplicativos, leitora de romances históricos e fantasias, apaixonada por animais, voluntária de abrigos para cães e gatos e viaja para escrever mais e incentivar outros a fazerem o mesmo.

Deixe uma resposta

1 comentário para “Como é visitar o Teatro Municipal de São Paulo?”