4 cachoeiras de São Thomé das Letras que você precisa conhecer

Já falamos aqui no blog o quanto São Thomé das Letras é energizadora no post anterior. Mas quando você for lá,  não deixe de tirar muitas horas uma horinha para passar por algumas cachoeiras e revigorar ainda mais suas energias. Já que o estresse do dia-a-dia nos consome tanto.

Mas por onde começar? A Cidade das Pedras tem várias cachoeiras maravilhosas e, Babi (exploradora aqui do blog também), o amigo dela e eu conhecemos apenas quatro. Pois ficamos lá dois dias e tiramos um dia para conhecer a cidade e outro para visitar o máximo de cachoeiras que conseguimos.

Então sem mais delongas, vamos falar sobre elas!

Cachoeira Véu da Noiva

O nome combina com essa cachoeira, onde as águas caem de forma ondulada, como aqueles véus que se arrastam pelo chão. Algumas pessoas (os mais corajosos), sobem até um ponto alto da cachoeira e saltam até o poço.

Claramente emocionante e algo que adoraria fazer, contuuuudo minha falta de conhecimento no ramo de nados não me permitiu ser tão ousada a esse ponto. Então fiquei na parte em que dava “pé”. Logo a Véu da noiva é ótima para você que assim como eu não sabe nadar, porém perfeita também para aqueles que procuram um pouco de adrenalina.

Cachoeira Véu da Noiva

Como chegar: Há 9km da cidade por estrada de terra, próximo a estrada para Cruzília.

Acesso a cachoeira: Por uma trilha em descida íngreme de fácil à médio acesso.

Altura: 20 metros de queda d’água.

Cachoeira Paraíso

Mais uma que dá jus ao nome e que fica ao lado da Véu da Noiva (na verdade é uma extensão dela). Porém não é bem um “cachoeira”, parece mais uma pequena queda d’água. Com certeza vale a visita, pois além de ser mais vazia que a Véu da Noiva tem uma “ilhinha”: um lugar com bastante areia cercado por água. Dá para visitar as duas no mesmo dia, inclusive.

Como chegar: Mesma coisa da cachoeira anterior!

Cachoeira da Lua

Essa foi a primeira cachoeira que visitamos e é absolutamente linda! O poço tem o formato circular e até parece que o nome veio daí mas não sei se é isso mesmo (queria que fosse para me sentir Sherlock Holmes).

Para amantes de aventura, essa é mais uma para a lista! Tem uma corda que os Tarzans  usam para saltar até o centro do poço. Não vou mentir, queria poder fazer isso também… vou até dar um jeito de aprender a nadar só por causa dessas coisas que estou perdendo.

Imagem da frente do rio (antes da cachoeira), onde podemos ver o cipó usado para se balançar e cair no meio do rio.

Como chegar: Há 6km da cidade por estrada de terra em direção ao povoado de Sobradinho.

Acesso a cachoeira: Por uma pequena trilha de fácil acesso.

Altura: 3 metros de queda d’água.

Cachoeira Vale das borboletas

AHHH! Fiquei apaixonada por essa! Para mim é perfeita: a água é menos gelada, tem uma gruta com muitas samambaias em volta, flores e, claro, borboletas. Lá tem duas quedas d’água que formam uma piscina natural.

Cachoeira das borboletas e sua pequena gruta com várias mini pirâmides feitas de pedras da região.

Tem mais! Na parte de cima antes de descer até o lago que a cachoeira forma, tem uma corrente de água com muitas pedras. Algumas pessoas as empilham formando várias mini pirâmides.

Eu sentada na pedra em frente a um pequeno riacho cheio de pedras

Como chegar: Na serra de São Thomé em direção a cidade de Três Corações.

Acesso a cachoeira: Por uma trilha de fácil à médio acesso.

Altura: 6 metros de queda d’água.

Até mais, Exploradores!

Desenvolvedora de aplicativos, leitora de romances históricos e fantasias, apaixonada por animais, voluntária de abrigos para cães e gatos e viaja para escrever mais e incentivar outros a fazerem o mesmo.

Deixe uma resposta

5 comentários para “4 cachoeiras de São Thomé das Letras que você precisa conhecer”

    1. Sim! Tem lugares que dá para ir num fim de semana e aproveitar bem! São Thomé é ótima para isso, a cidade é pequena e dá para aproveitar bastante.